Chacina de Carapicuíba foi realizada por um PM da escolta do sub-comandante geral da PM

setembro 24
23:02 2015

Um policial militar foi preso suspeito de participar da chacina que deixou quatro adolescentes mortos em Carapicuíba na noite do último sábado (19). A informação foi dada pelo secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, nas rádios do Grupo Bandeirantes, em entrevista ao vivo na manhã desta quinta-feira (24). Ainda segundo Moraes, a investigação foi concluída.

A esposa do policial teria sido assaltada e agredida pelas vítimas da chacina, que eram entregadores de pizza. A bolsa da mulher junto aos pertences dos mortos foi uma das provas que a polícia encontrou.

Ainda de acordo com o secretário, os adolescentes eram investigados pela Polícia Civil por roubo. Durante os crimes, eles utilizavam a mesma moto e a mochila em que carregavam as pizzas. O caso foi dado como encerrado por volta das 20h desta quarta-feira (23). (Correio Paulista)

O PM trabalhava no 20º BPM/M em Barueri. Há quatro meses havia sido transferido para a escolta do sub-comandante geral da PM

Sobre o Autor

Nova Onda

Nova Onda